Tatiana Martins da Silva
Estudante de Relações Internacionais

Me formei no ensino médio em 1996 – muitos dos meus colegas de curso e hoje com certeza de classe nem eram nascidos. Sempre sonhei com uma graduação, esse sonho sempre me pareceu distante, ficou mais longe ainda quando me tornei mãe, mãe solteira. Sonho adiado, nunca pensei em desistir.1 Com minha filha já maior, não tão dependente de mim, vi que havia chego a minha hora. Em 2014 me inscrevi em um curso pré-vestibular, entreguei toda a documentação solicitada e ansiosa fiquei aguardando o resultado. Não deu certo, não fui chamada, me senti derrotada, fracassada. Tentei o ENEM, não sei dizer qual foi o problema, mas não consegui me inscrever. Nada na minha vida foi fácil e nem por isso desisti, então esse não seria um obstáculo. Tentei estudar sozinha, completamente sem foco, não consegui. Adiado, o sonho teria que ficar para 2015. No início de 2015, comecei a procurar cursos pré-vestibulares gratuitos, encontrei o INTEGRAR. Algo dentro de mim disse que esse seria meu caminho, meu coração se encheu de esperança, agora iria dar certo. Me inscrevi no curso, fui selecionada para a entrevista, levei minha filha, meu amuleto da sorte… Aguardei ansiosa o resultado. No dia em que saiu o resultado pedi para minha filha ver. E com um grito ela disse que eu havia sido selecionada, gritamos, rimos, chorei, abracei e apertei muito minha florzinha, agora estava próximo. 2015 foi um ano espetacular, ano de lutas e vitórias, toda vez eu entrava na sala de aula agradecia mentalmente a oportunidade, foi difícil, cansativo, muitas vezes sem dinheiro para a passagem fui a pé, mas, não ia desistir. É claro que todos querem ser aprovados quando fazem a prova do vestibular, sendo sincera depois de tanto tempo não achava que esse seria o meu vestibular mais foi. No dia do resultado estava sem luz em casa e quase sem bateria no celular, pedi para uma amiga ver o resultado, quando ela me disse que passei outro momento de euforia, gritos, risadas e choro. Depois ver o meu nome na relação de aprovados é uma emoção sem igual e mágica. Além de realizar o meu sonho com o Integrar veio a Gestus, uma família de sonhos e lutas o projeto trouxe para a minha vida amigos, que quero levar para o resto da minha vida.